SOBRE

Siga no Instagram @marcosfreireoficial

Marcos Freire (Campina Grande – PB, 31 de Janeiro de 1994) mora atualmente em Belo Horizonte – MG, é um missionário, cantor e compositor gospel.

Em sua crescente e rápida trajetória, começou a receber convites para dentro e fora da igreja, dividindo palcos e púlpitos com grandes nomes da música gospel. Marcos, hoje, apadrinhado pelo o renomado casal, Fernanda Brum e Emerson Pinheiro, viaja todo o mundo, ministrando músicas e pregações inspiradoras baseadas na palavra da fé. Freire, muito ousado, tem sido o primeiro cantor gospel a se apresentar no palco principal do “Maior São João do Mundo”, festa cultural da sua cidade natal, reconhecida no mundo todo.

O cantor já com experiência internacional, em 2016 fez duas turnês missionárias nos Estados Unidos, onde ministrou em vários estados. Aos 17 anos, Marcos foi missionário por quase 2 anos na República Democrática do Congo-África. Ele com um intenso trabalho, atraiu a atenção do governo, onde foi reconhecido pela presidência do país, por cantar nos dialetos locais e em francês em várias emissoras de televisão de rede internacional, assim conquistou o respeito do povo africano. Em um dos eventos que Marcos ministrou no Congo estiveram presentes mais de 70 mil pessoas, o alcance do seu trabalho foi de tal maneira que ele representou o Brasil na nação numa campanha nacional para reconstrução do país Congo, que sofre guerras constantemente. Ao retornar para o Brasil foi convidado pelo renomado produtor WAGNER CARVALHO, onde produziu seu primeiro disco, intitulado “Nada Vai Me Parar”, que conta com participações da Priscilla Alcantara e da cantora Perlla.

 

O PROJETO MISSIONÁRIO EM 2017

Foi disposto em nosso coração a compra de um terreno e estabelecimento da estrutura de construção de uma escola totalmente gratuita em uma localidade desfavorecida nas regiões de aldeia da capital Kinshasa. A pouco tempo descobrimos uma localidade às margens do rio Congo onde se situa uma aldeia de pescadores e repleto de crianças que não tem a opção de estudar devido às condições financeiras subumanas.
Os custos já estão sendo levantados e orçamentos já estão em desenvolvimento. Queremos dar dignidade e a oportunidade de momentos felizes e recompensadores diante da dura realidade vivenciada todos os dia num dos países mais pobres do mundo.